Blog de Viagens de eDreams icon
Blog de Viagens de eDreams
  •   6 min. de leitura

Todos já vimos as fotos: portátil equilibrado num joelho, a olhar para as palmeiras gigantes ou para o bater das ondas do mar, ou qualquer outro cenário instagramável. Ser capaz de trabalhar a partir de qualquer parte do mundo é matéria de sonhos. Ter a liberdade de viajar sem perder a estabilidade de ganhar dinheiro é o equilíbrio perfeito que milhares de pessoas procuram todos os anos.

Devido à pandemia da COVID-19, a maioria das empresas tem desenvolvido a sua política de trabalho remoto. Agora, trabalhar remotamente é mais acessível do que nunca. Então, porquê trabalhar em casa quando podes trabalhar a partir de qualquer lugar no mundo?

Ter um estilo de vida de nómada digital pode ser caro, mas escolher os destinos certos manterá as tuas despesas no mínimo. Uma subscrição anual de viagens, como o eDreams Prime, ajuda-te a viajar mais, poupando dinheiro em todas as reservas. Aqui estão algumas sugestões a teres em mente para garantires que obténs o melhor da tua experiência de nómada digital, bem como alguns destinos a considerar. 

Sugestões para trabalhar remotamente durante viagens

1. Mantém-te dentro do orçamento com subscrições de viagens

É fácil perderes-te na emoção de tudo e acabares por gastar mais do que o previsto. Ter um orçamento semanal ou mensal ajuda a manter-te no bom caminho e a saberes quando podes gastar um pouco mais!

1a. Fica em locais com um baixo custo de vida durante mais tempo

Como nómada digital, tens liberdade para viveres e trabalhares em qualquer lugar do mundo, e nenhum deve parecer fora dos limites. Mantém os teus custos baixos e cria a tua base num lugar com um baixo custo de vida. Podes viajar por todo o mundo, mas lugares como Paris, Nova Iorque e Xangai são melhor desfrutados em pequenas doses ou vão delapidar o teu orçamento muito rapidamente. Por exemplo, poderás ter a tua base em Valeta, Malta, pois tem um custo de vida relativamente baixo para a Europa e, depois, passar alguns dias aqui e ali nas cidades mais caras como Londres, Paris e Zurique – apenas a um curto voo de distância.

1b. Subscreve um programa de subscrição de viagens, como o eDreams Prime

Um programa de subscrição de viagens, como o eDreams Prime, permite-te saltar de um local para outro, obtendo sempre o melhor preço. Com mais de dois milhões de membros Prime, podemos oferecer os melhores preços em cada voo e alojamento reservados. Em média, um membro Prime poupa 250 euros em cada reserva de férias (voo e alojamento para 2 pessoas). Se fazes algumas reservas por ano, o eDreams Prime vale a pena, pois vais recuperar a taxa anual de 54,99 euros muito rapidamente e vais poupar dinheiro sempre que reservares. Adiciona o Prime à tua reserva quando adquirires um voo na eDreams.

1c. Viaja pelo mundo com companhias aéreas de baixo custo

Sabias que podes circular pelo mundo utilizando apenas companhias aéreas de baixo custo? As viagens aéreas não têm de ser dispendiosas, mesmo em voos de longo curso. Podes fazer uma volta ao mundo viajando exclusivamente em companhias aéreas de baixo custo, pois há muitas companhias aéreas sem grandes luxos por todo o mundo. Procura as rotas de voo mais baratas para manteres os teus custos baixos enquanto viajas.

2. Escolhe destinos que tenham uma boa ligação à Internet

Qualquer nómada digital te dirá que uma boa ligação Wi-Fi não deve ser subvalorizada. Damo-la como adquirida em casa ou no escritório, mas não é garantida quando estás a trabalhar em viagem. Algumas cidades são muito generosas com o seu Wi-Fi, oferecendo ligação gratuita onde quer que vás, enquanto noutros lugares podes ter dificuldades para te ligares mesmo num café depois de fazeres o teu pedido. Verifica antes de ires para saberes o que esperar e teres tempo para planear onde irás trabalhar.

3. Os espaços de coworking são cruciais

pessoas trabalhando em coworking

Podes pensar “não desisti do meu trabalho de escritório das 9 às 5 para viajar pelo mundo a desfrutar da vida, só para depois voltar a trabalhar num ambiente de escritório” – e sim, talvez não seja para ti. Mas há algo a dizer sobre uma divisão com ar condicionado com muito espaço de secretária, bom café e pessoas trabalhadoras que facilitam a realização do trabalho. Sem as limitações de um trabalho das 9 às 5 (será que alguma vez foi mesmo das 9 às 5?), podes gostar de trabalhar num ambiente de escritório quando é preciso. É também um bom lugar para conhecer outros nómadas digitais e socializar, se a parte do escritório não te convencer.

4. Passa o teu tempo fora do trabalho sabiamente

mulher na espreguiçadeira com pc

O trabalho remoto pode ser algo solitário. As visões de beber cocktails ao pôr-do-sol depois de fechares o teu portátil nunca parecem tão divertidas quando estás sozinho. A boa notícia é que há cada vez mais pessoas a trabalhar enquanto viajam pelo mundo e (na maioria das vezes) também estão a tentar conhecer pessoas novas. Escolhe destinos que atraiam pessoas com gostos semelhantes e nunca estarás sozinho.

A forma como passas o teu tempo de lazer é, de certo modo, mais importante do que a forma como passas o teu tempo de trabalho. Para recarregares completamente as tuas energias e começares a soltar-te, escolhe locais que te entusiasmem e que tenham coisas que gostas de fazer nos teus dias de folga. Lembra-te de que optaste por trabalhar remotamente pela experiência, por isso, sai e experimenta coisas novas!

5. Prepara-te para trabalhar arduamente

Ser um nómada digital não significa necessariamente uma semana de trabalho de 4 horas. Pelo menos, não para a maioria das pessoas. Para ganhares dinheiro suficiente para viver confortavelmente e viajar pelo mundo, terás de trabalhar muitas horas. Isso pode parecer muito difícil quando a praia chama por ti ou tens outra cidade à espera de ser explorada. Mas conhecendo todas as coisas emocionantes que te esperam quando terminares o trabalho, é provável que trabalhes de forma mais eficiente do que nunca. E, quem sabe, a dada altura, até podes conseguir sair-te bem com uma semana de trabalho de 4 horas. 

6. Lembra-te de que os pesadelos logísticos são muito piores

Odiamos dizê-lo, mas são mesmo. Os pesadelos logísticos acontecem a todos, mas quando estás a viajar pelo mundo, a procura de uma boa ligação Wi-Fi, espaço para trabalhar e uma tomada para carregar o portátil são pequenas necessidades que não podem ser tomadas como garantidas. Há também o problema dos diferentes fusos horários. As chamadas em conferência nas manhãs de segunda-feira são muito difíceis quando viajas pelo mundo, especialmente quando acontecem às 3 da manhã na hora local. 

7. Não te apresses de um país para o outro

mulher com rede na praia com pc

Abranda. Desfruta. Não te apresses para o próximo país apenas para marcares locais na tua lista. Desfruta do local onde estás e passa tempo suficiente para o conheceres antes de prosseguir. Ser um nómada digital significa que tens todo o tempo do mundo e não vale a pena apressar as tuas viagens. Escolhe um programa de subscrição de viagens de longa duração como o eDreams Prime para garantir que obténs descontos durante todo o ano em voos e alojamento.

8. Permite-te tempo para te habituares a ser um nómada digital

Os seres humanos são criaturas de hábitos e demora a habituarmo-nos a qualquer mudança nas nossas vidas quotidianas. Fazer as malas e levar o teu trabalho para a estrada pode ser assoberbante e podes precisar de algum tempo para começares realmente a tirar partido. Concede-te um “período experimental” de cerca de 2 meses. Aguenta os 2 meses, mesmo se achares que é difícil e, depois de teres experimentado, decide se queres continuar ou não. Não desistas na primeira má ligação à Internet!

9. Tem em mente que trabalhar na praia é divertido. Por um dia.

mulher com pc na praia

“Vamos mudar-nos para Bali e trabalhar na praia todos os dias” – disse toda a gente, em algum momento da vida.

Claro, a praia é divertida. E não há nada como esse sentimento de regozijo de: “Estás preso no escritório e eu estou aqui a trabalhar num bar de praia com um smoothie de morango na mão”.

Mas…

A areia entra realmente em todo o lado e o Wi-Fi na praia não é fiável. As praias são bastante quentes. E fazem transpirar. É difícil concentrares-te. E quem gosta mesmo de estar meio a trabalhar, meio a brincar? Depois de a novidade passar, trabalhar na praia não é assim tão divertido. Passa as tuas horas de trabalho de forma eficiente, para que tenhas mais tempo para desfrutar de coisas como a praia a 100%. Não apenas assim-assim.

Ainda estás à altura do desafio de ser um nómada digital? Apesar dos obstáculos e da logística, ser um nómada digital é uma das melhores sensações que existem. Com o mundo inteiro aos teus pés, onde vais? Se estiveres a postos para dar um mergulho e iniciar a tua viagem de nómada digital, utiliza a subscrição eDreams Prime para começares a poupar em todas as reservas de viagens.

footer logo
Feito com para ti