Blog de Viagens de eDreams icon
Blog de Viagens de eDreams
  •   3 min. de leitura

Se tem curiosidade (e também a coragem) de ser torturado, mergulhar com animais assassinos ou disparar umas rajadas de metralhadora, este mundo tem um pouco de tudo para lhe oferecer.

Todos gostamos de experimentar algo mais ousado e arriscado, mas até que ponto? O site “Pack and Explore” encontrou 5 das experiências verdadeiramente aterradoras que poderá vivenciar. Vá, depois conte-nos como foi…

Dar um mergulho na “jaula da morte”

Nadar numa jaula rodeado de maravilhosos tubarões brancos na África do Sul é certamente uma experiência aterradora mas hoje em dia já todos o fazem. Como alternativa vá até à Crocosaurus Cove em Darwin, Autrália e entre na jaula da morte onde terá a oportunidade de estar na água com uma multidão de crocodilos e olhá-los nos olhos. Enquanto na Austrália apenas morre uma pessoa por ano por ataques destes animais, já em África os crocodilos do Nilo matam centenas de pessoas por ano.

Troncos gigantes a deslizarem por uma ravina no Onbashira Festival

Se por um lado os japoneses são conhecidos pela sua modéstia, educação inteligência e ordem, por outro lado têm os mais perigosos e caóticos festivais do mundo.  O melhor exemplo disso é o Onbashira Festival em Nagano, Japão (Tokyo é a cidade com aeroporto mais próxima) onde heróis locais descem por uma ravina montados em troncos gigantes enquanto centenas de outros o puxam. Escusado será dizer que é comum haver feridos graves e até mortes por esmagamento, mas parece não tirar a coragem destes japoneses. Infelizmente (ou felizmente) só poderá assistir ao evento já que fazer parte dele está apenas aberto aos homens locais. As imagens valem mais que as palavras…

 

Disparar metralhadoras no Camboja

O Camboja foi palco de um dos mais violentos genocídios da história e armas não é novidade por estes lados, mas é um lugar bem calmo neste momento. É calmo se quiser, pois também pode experimentar todo o tipo de armamento de guerra e disparar nos muitos campos de tiro militares mesmo às portas de Phnom Penh e Siam Reap. O arsenal bélico disponível é inimaginável e inclui as famosas AK-47, as UZI, as calibre .50, as Browning M1919 e centenas de outras delas que não pode disparar normalmente no seu quintal. Deve-se acrescentar que também pode atirar granadas e disparar rockets.

Ser torturado e interrogado ao estilo soviético.

A Rússia ainda não existe, estamos no tempo da URSS e você é um espião que foi apanhado pelos impiedosos membros do KGB, agora vai ter de falar… custe o que custar. Se pensa que isto é só o enredo de alguns filmes, vá até ao “Parque Aventura 1984” mesmo às portas de Vilnius, capital da Lituânia. Aqui tudo pode ser apenas mais uma experiência, mas acredite que só a farda que envergam estes membros do KGB intimida. Depois é ir experienciando as várias torturas e aguentar até onde conseguir, prepare-se para espancamentos, gritos e ameaças. Ainda que seja só uma demonstração é muito pouco provável que saia minimamente ferido,  mas pelo sim, pelo não informa-se sempre os visitantes que é uma experiência psicologicamente dura e que devem estar preparados para a humilhação.

Uma volta pelo mundo da cocaína na Colômbia

Não irá encontrar este género de aventuras na internet, nem pensamos que alguma agência de viagens tenha esta experiência para lhe oferecer, mas há relatos de viajantes que tiveram a oportunidade de fazer uma visita guiada pelos laboratórios de cocaína da Colômbia. Assumindo que consegue contactar com as pessoas certas sem ser morto, conseguirá visitar um laboratório e entender todo o processo de produção da cocaína. Se quiser entrar no mundo da droga na Colômbia mas quer estar no lado bom da lei, pode visitar a Hacienda Napoles, a herdade do falecido barão de droga Pablo Escobar. Foi agora transformada num parque de atração turística, com toda a decoração a rigor, o seu zoo, os posters de recompensa que se espalharam por toda a Colômbia, carros queimados, as marcas das balas e muitos outros fatores que o vão fazê-lo sentir o verdadeiro mundo da droga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

footer logo
Feito com para ti