Blog de Viagens de eDreams icon
Blog de Viagens de eDreams
  •   4 min. de leitura
Amsterdão
imagem de MarcCooperUK no flickr

Amsterdão não está na lista das 10 cidades mais caras da Europa, mas não podemos dizer que seja precisamente das cidades mais baratas! Ainda assim, a cidade dos canais tem muito para oferecer aos turistas e é possível visitá-la sem gastar demasiado. Continua a ler e descobre as dicas que temos para te dar, para que realizes uma viagem low cost a Amesterdão!

Voos para Amsterdão

Muitas companhias aéreas de baixo custo, como a easyJet, a Transavia ou a Vueling voam para o principal aeroporto de Amesterdão, Schiphol. Esta  é definitivamente a melhor opção se deseja ficar perto do centro. Tem também a possibilidade de voar para o aeroporto de Eindhoven. Neste caso encontrará possivelmente bilhetes mais baratos. O problema está na distância: Eindhoven está a uma hora e meia de Amsterdão. A Ryanair, a Wizzair e a Transavia são as companhias aéreas de baixo custo que voam para o Eindhoven Airport.

Transporte desde o aeroporto até Amsterdão

Estação de comboio de schiphol
imagem de mallol no flickr

Se voas para o Aeroporto de Schiphol: o aeroporto está bastante próximo do centro da cidade. Podes chegar facilmente com o Direct Rail Link. A estaçao está junto à saída da Terminal de chegadas do aeroporto.  Sai um comboio cada 10 minutos e viagem até à Amsterdam Central Station demora mais ou menos 15 minutos. O bilhete único custa3.60€.

Se voas para o Aeroporto de Eindhoven: deves ter em conta que o Aeroporto de Eindhoven não está localizado perto de Amesterdão e requer uma viagem de autocarro de 90 minutos para chegar até ao centro da cidade. A Terravision faz a ligação entre as duas cidades. Um bilhete de ida e volta custa 38,50€ (se o comprar com antecedência pela Internet) ou 40€ (se o compra no momento, no balcão da companhia).

Passeando por Amsterdão

Bicicletas Amesterdão
imagem de dkodigital no flickr

Uma das formas mais autênticas para conhecer Amsterdão é de bicicleta (existem mais de 600 mil bicicletas na cidade!). E verá que há muitos lugares nos arredores de Amsterdão que oferecem serviços de aluguer de bicicletas. Consulte aqui a lista completa de empresas de aluguer de bicicletas.  Os preços variam dependendo da empresa que escolher, mas rondam os 10-15€ por bicicleta e por dia.

Outra opção para viajar em Amesterdão é usar o transporte público fornecido pelo GVB, que inclui o metro, autocarro e eléctrico. O OV-chipcard é um bilhete único que lhe permite usar qualquer uma destas formas de transporte. Há cartões de 24, 48, 72, 96, 120, 144 ou 168 horas. Pode comprá-los nas respectivas estações ou em alguns supermercados.

Dica: Embora possa comprar  OV-chipcards de uma hora diretamente aos motoristas dos transportes públicos por 2,80€, sai mais barato comprar os chipcards ilimitados (dependendo obviamente de quanto tempo você vai ficar na cidade).

Aqui lhe deixamos os preços dos OV-chipcards de 1-7 dias:

  • 1 dia (24 horas) €7.50
  • 2 dias (48 horas) €12.00
  • 3 dias (72 horas) €16.50
  • 4 dias (96 horas) €21.00
  • 5 dias (120 horas) €26.00
  • 6 dias (144 horas) €29.50
  • 7 dias (168 horas) €32.00

Atracções em Amsterdão 

rijksmuseum Amesterdão
imagem de mindfieldz no flickr

Amsterdão tem a maior densidade de museus no mundo. E se pensa visitá-los todos ou uma grande parte deles, estão sai à conta comprar o i amsterdam city card.  O “i passe amsterdam” permite-lhe um uso ilimitado do transporte público e inclui a entrada em 38 museus e atrações, além de um cruzeiro pelos canais. Pense que o custo médio de entrada num museu é de € 15, assim como o cruzeiro pelos canais. A isto acrescente o preço dos transportes públicos e vai ver que a conclusão é óbvia: o i amsterdam city card  é uma boa opção.

Preços do i amsterdam city card:

  • Passe de 24 horas 42€
  • Passe de 48 horas 52€
  • Passe de 72 horas €62

Algumas das atrações mais populares em Amsterdão são: o Het Scheepvaart Museum (Museu Marítimo Nacional), o Rijksmuseum, que é o maior museu na Holanda e onde poderá ver o quadro “Watch The Night” de Rembrandt, o Museu Van Gogh, que tem a maior coleção de Van Gogh no mundo e a Casa de Anne Frank (o “refúgio” onde a Anne Frank escreveu o seu diário durante a Segunda Guerra Mundial).

Onde ficar?

Os bairros mais turísticos em Amsterdão são o Central Amsterdam, o Red Light District e Leidseplein. Concluindo: as zonas mais caras para hospedar-se. Mas não se preocupe porque Amsterdão tem um sistema de transportes públicos fabuloso. Pode reservar um hotel ou albergue fora do centro da cidade e deslocar-se em bicicleta ou no eléctrico até às atrações mais populares sem qualquer tipo de problema. Se está a pensar viajar durante a Primavera ou no Verão, especialmente em datas próximas ao Dia da Rainha (30 de Abril), ou quando os Keukenhof Gardens estão abertos (entre Março e Maio​​), certifique-se de reservar com antecedência para conseguir o melhor preço.

As melhores experiências grátis em Amsterdão

red light district Amesterdão
imagem de MarcelGermain no flickr

-Passeie pelo Anel de Canais de Amsterdão e perca-se por estes percursos aquáticos com mais de 400 anos

– Visite o Begijnhof, um jardim interior rodeado por casas e edifícios. Não perca o número #34, a casa mais antiga de Amsterdao.

– Deixe-se sorpreender pelo notório e promíscuo Red Light District (Rossebuurtem holandês).

– Sente-se num dos bancos ao lado do Amstel River e observe a ponte levadiça de Magere Brug em acção. Abre cada 20 minutos para deixar passar os barcos.

– Descubra a Arte da Época Dourada Holandesa na Civic Guards Gallery (Schuttersgalerij).

– Se o clima lhe permite, aproveite para fazer um piquenique no Vondelpark. Seguramente assistirá a mais que um concerto grátis. Aqui sempre há gente com uma guitarra na mão…

– Visite a Praça Dam e desfrute de um dos espectáculos de rua que aqui se realizam.

– Desfrute dos muitos aromas provenientes do mercado de flores flutuante Bloemenmarkt.

– Entre na Westerkerk, a enorme igreja protestante onde supostamente está a tumba de Rembrandt (há várias teorias sobre este tema).

4 responses to “Guia low cost para uma viagem barata a Amsterdão

  1. Adorei este artigo! Para além de estar completo oferece imensas dicas. Amesterdão
    é sem dúvida uma cidade encantadora onde há história, há cultura, há diversão.
    Aliás é a capital dos amantes de duas rodas. Com mais de 600 mil bicicletas à
    disposição e uma cidade no top da mobilidade podes pedalar à vontade e
    descobrir os encantos de Amesterdão. Aqui http://blog.gobybike.eu/amesterdao-em-bicicleta-um-guia-da-cidade/
    encontras uma seleção de locais a visitar totalmente acessíveis a ti e à tua
    companheira de duas rodas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

footer logo
Feito com para ti