Blog de Viagens de eDreams icon
Blog de Viagens de eDreams
  •   5 min. de leitura

Praia de Sotavento (Fuerteventura) ESPANHA

Foto de hungrybrowser en Flickr

Rodeada pelo Oceano Atlântico, poderíamos dizer que a praia de Sotavento é o paraíso surfista ideal, devido aos fortes ventos que parecem não deixar de soprar nunca nesta zona. Quando a maré sobe, forma-se um lago que é perfeito para quem está a dar os primeiros passos neste desporto.

  • Nível: todos
  • Tipo de onda: suave
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Mundaka (Biscaia) ESPANHA

Foto de Martin’s en Flickr

Esta praia tem 90 metros de longitude e 100 metros de largo. Está localizada no estuário de Urdabai, qualificada como Reserva da Biosfera pela UNESCO. Trata-se de uma zona pouco edificada, virgem e natural. A onda de Mundaka está considerada como uma das melhores esquerdas da Europa (ou mesmo do mundo). É uma onda oca e muito larga. Pode chegar a alcançar os 400 metros de longitude.

  • Nível: médio-alto
  • Tipo de onda: esquerda
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano, excepto no Verão
.

Praia dos Lances (Tarifa, Cádiz) ESPANHA

Foto de Wanaku en Flickr

Entre as praias de areia fina e branca que caracterizam a zona de Tarifa, a praia dos Lances destaca pela sua extensão e beleza. É motivo de atracção para surfistas de todo o mundo. É uma praia urbana, pelo que dispoe de serviços de todo tipo: de limpeza, sanitários, vigilancia, restaurantes, estacionamento, etc.

  • Nível: médio-alto
  • Tipo de onda: Oleagem Moderada/Ventoso
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano, excepto no Verão
.

Praia La Gravière (Hossegor) FRANÇA

Situada a leste da praia central central de Hossegor, “La Gravière” é uma paragem fundamental para os amantes do surf. Famosa pelas suas ondas e pelo forte vento que sopra nesta zona, esta praia é um ponto de encontro inevitável para os surfistas que procuram também lugares tranquilos e isolados.

  • Nível: alto
  • Tipo de onda:ventoso
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Praia La Palue (Ilha de Crozon, Bretanha) FRANÇA

Aberta a todas as ondas de Oeste, a praia “La Palue” é um dos spots mais regulares da Bretanha. Apesar de ser possível fazer surf com a maré baixa, é nas horas de maré alta que as ondas ganham maior potência e largura.

  • Nível: médio-alto
  • Tipo de onda: direita e esquerda
  • Tipo de fondo: areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Praia Lafiténia (Saint-Jean-de-Luz) FRANÇA

Foto de etibcom en Flickr

Situada na zona de Acotz, a praia de Lafiténia está numa zona selvagem e bastante isolada, sobretudo no Inverno. Rodeada por falésias, a praia forma uma baía, ao lado da qual se construiu um parque de campismo. É um dos pontos emblemáticos da costa basca e é frequentada durante todo o ano.

  • Nível: todos
  • Tipo de onda: suave
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Bundoran (Donegal) IRLANDA

Foto de Stewart Plant en Flickr

A praia de Bundoran, na costa sudoeste de Donegal, deveria ser o ponto de partida para qualquer surfista que queira explorar os melhores lugares de surf na Irlanda. Esta pitoresca vila de pescadores está rodeada por falésias e praias de grande beleza, perfeitas tanto para surfistas experimentados como para iniciantes. Podes aceder às praias caminhando.

  • Nível: todos
  • Tipo de onda: concava
  • Tipo de fundo: rocha
  • Quando ir: setembro-novembro
.

Easkey (Sligo), IRLANDA

Foto de eastern_lines_surf_shop en Flickr

Easkey está na bonita e rochosa zona costeira de Sligo, no noroeste da Irlanda, e é considerada como um dos melhores lugares para surfar neste país. As praias de “Easkey Left” e “Easkey Right” são muito famosas e perfeitas para os iniciantes no mundo do surf. O ambiente é descontraído, calmo e amigável.

  • Nível: baixo
  • Tipo de onda: direita e esquerda
  • Tipo de fundo: areia / rochas
  • Quando ir: todo o ano
.

Thurso East (Escócia) REINO UNIDO

Foto de coachmanphotos en Flickr

Thurso East é um dos melhores lugares para fazer surf na costa norte da Escócia. Ganhou maior visibilidade desde 2006, quando foi escolhida como cenário de uma importante competição de surf e ainda é o local eleito para a realizaçao de muitas competições internacionais. Thurso East é um bom sítio para ir durante todo o ano (ainda que em temporada alta, possa chegar a encher-se de gente).

  • Nível: todos
  • Tipo de onda: direita e esquerda
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Cornwall (Inglaterra) REINO UNIDO

Foto de Rosalind White Photography en Flickr

Cornwall não é apenas um dos destinos de férias mais populares do Reino Unido. É também um ótimo lugar para fazer surf! Os especialistas dizem que a sua localização, mergulhando de frente para o Oceano Atlântico, fazem com que esta seja uma zona perfeita para quem procura boas ondas. Cidades costeiras, como Perranporth, Polzeath e Newquay possuem excelentes praias para o surf.

Capo Mannu (Oristano) ITÁLIA

Foto de fiammetta53 en Flickr

Esta zona rochosa, famosa entre os surfistas de toda a Europa, está localizada a 30 km a noroeste de Oristano e é conhecida pelas pequenas praias e isoladas. Está exposta a todos os ventos dos quadrantes ocidentais. Durante as tempestades mais fortes as ondas podem atingir até 4 metros de altura.

  • Nível: alto
  • Tipo de onda: direita
  • Tipo de fundo: rochas
  • Quando ir: primavera/verão
.

Praia Supertubos (Peniche) – PORTUGAL

Foto de Learn To Surf en Flickr

Praia conhecida pelas suas ondas de forma perfeita e tubular. Chamam-lhe a “Pipeline” da Europa, pela grande semelhança com a onda
 Havaiana. As cristas das ondas são tão longas que criam espaços vazios, verdadeiros tubos, que atraem praticantes de surf de todo o mundo, ao longo do ano inteiro. Desde 2010 recebe uma das etapas do Campeonato do Mundo de Surf (WCT) – Rip
Curl Pro Search, em Outubro.

  • Nível: alto
  • Tipo de onda: tubular/esquerda
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: outubro
.

Guincho (Sintra / Cascais) – PORTUGAL

Foto de thomasbosboom en Flickr

A Praia do Guincho está no ponto mais ocidental da zona de Lisboa, logo depois de Cascais. Com 250 metros de longitude, é sem dúvida um dos melhores locais em Portugal para a prática de desportos náuticos, como o surf e o windsurf. Nos anos 90, o Guincho foi um dos locais da Taça do Mundo de Windsurf. Recebe anualmente vários eventos desportivos incluindo o Campeonato Nacional de Surf e Bodyboard.

  • Nível: alto
  • Tipo de onda: picos variáveis
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: julho e agosto
.

Praia da Arrifana (Aljezur, Algarve) – PORTUGAL

Foto de thomasbosboom en Flickr

É considerada uma das praias mais bonitas de Portugal e oferece uma das mais belas panorâmicas da Costa Vicentina. Estende-se por um arenal de mais de 500 metros, formando uma pequena baía protegida contra o rompimento das ondas. Fora da época balnear é muito procurada por surfistas e praticantes de Bodyboard. As suas condições naturais proporcionam ondas durante todo o ano.

  • Nível: alto
  • Tipo de onda: picos variáveis
  • Tipo de fundo: rochas e areia
  • Quando ir: todo o ano
.

Fehmarn (Schleswig-Holstein) ALEMANHA

Foto de guilupa en Flickr

Fehmarn é um dos lugares mais populares para fazer surf na Alemanha. É frequentada pelos melhores surfistas do país e inclusivamente da Europa. É ideal também para os principiantes, já que a ilha oferece numerosas baías com águas pouco profundas. É apelidada por alguns como o “Hawai da Alemanha”.

  • Nível: todos
  • Tipo de onda: direita e esquerda
  • Tipo de fundo: areia
  • Quando ir: Todo o ano (no Inverno a água está demasiado fria)
.
Nota: Um agradecimento especial ao Nuno Silva, do blog Tribo do Surf, pela sua contribuição para este post, na secção de praias portuguesas.

  • ursula

    Olá, gostaria de saber se em Dublin dá pra surfar…

footer logo
Feito com para ti